TV Digital: Colômbia repensa opção pelo DVB e abre frente para o Brasil

Desgastado com a União Europeia que prometeu, mas não repassou US$ 40 milhões para a Colômbia para assegurar a adoção do DVB, como padrão para a TV digital, o ministro da Tecnologia da Informação e Comunicação, Diego Molano, revelou ao jornal Evaluamos, que pode, sim, ‘repensar’ a opção e se juntar aos demais países da América Latina no uso do SBTVD.

Expectativa é que o Brasil/Japão ofereçam os mesmos US$ 60 milhões que serão dedicados ao Uruguai, para o início de uma negociação. A Colômbia possui,hoje, mais de 42 milhões de habitantes – ante os pouco mais de 3,4 milhões do Uruguai, se tornando bastante atrativo para os negócios na TV Digital.

Os recursos prometidos pela União Europeia pela adoção do DVB na Colômbia deveriam ter sido entregues há mais de um ano, mas a crise econômica mundial afetou o cronograma e, até o momento, não houve repasses de recursos. O tema será tratado em uma reunião, agendada para esta semana, em Bruxelas, com a vice-presidente da Comissão Europeia, Neelie Kroes, responsável também pela Agenda Digital da Europa.

Nesse encontro, o ministro colombiano revelará a sua insatisfação. O país enfrentou uma briga com os demais países da América Latina e, até agora, tem sustentado sua posição favorável ao DVB, mesmo com a mudança de curso de outros como o Chile e Argentina, que migraram para o SBTVD. Mas sem dinheiro dos europeus, a Colômbia acena, agora, para o SBTVD, até em função, das oportunidades que o padrão nipo-brasileiro podem gerar em termos de investimentos em TIC.

Fato é que a Comissão Nacional de Televisão da Colômbia nunca formalizou a opção pelo DVB. O que existe é uma medida da junta diretiva da entidade favorável ao padrão europeu, ação que poderia ser revertida por uma decisão governamental.

A postura da Colômbia – que denuncia o não repasse dos recursos da Comunidade Europeia em prol do DVB – ajuda o Brasil do outro lado do continente, uma vez que até o final deste ano, a África também fará a opção entre o DVB e o SBTVD. E nessa matemática, o aporte de recursos é item prioritário.

Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=24331&sid=8

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: